Fique por dentro das novidades

Agosto Dourado e Dia da Amamentação.

Agosto dourado é o mês responsável pela campanha de conscientização do aleitamento materno, e onde também celebramos, no dia 1º de agosto, o dia mundial da amamentação.

A Importância da Amamentação.

A amamentação é primordial, principalmente nos primeiros meses de vida da criança, que ditam muito sobre sua saúde no futuro, porém também traz diversos benefícios a quem amamenta.

Para o bebê, que tem o leite como alimento exclusivo em seus primeiros 6 meses de vida, o aleitamento traz inúmeros benefícios, entre eles:

  • Redução em 13% o risco de mortalidade até os 5 anos;
  • Diminuição de infecções respiratórias e de alergias;
  • Prevenção contra colesterol alto e hipertensão;
  • Contribuição para o desenvolvimento da cavidade bucal da criança;
  • Redução da possibilidade de obesidade;
  • Fortalecimento dos ossos;
  • Fortalecimento de imunidade;
  • Diminuição de cólicas;
  • Auxílio no crescimento e desenvolvimento cognitivo;
  • Combate a anemia.

O foco do aleitamento é o bebê, porém a mãe também ganha muito nesta prática tão importante e bonita, como por exemplo: uma recuperação no pós-parto muito mais rápida, redução no risco de hemorragias, além de menores incidências de cânceres de mama, endométrio e ovários.

Além dos benefícios físicos, que se estendem a longo prazo na infância da criança, podendo impactar inclusive o desenvolvimento escolar, é importante lembrar que o ato de amamentar também fortalece o laço natural entre mãe e filho.

A Doação de Leite Materno.

Que a amamentação é essencial para a vida e desenvolvimento da criança todos sabemos. No entanto, é necessário colocar luz sobre o fato de que infelizmente muitas mães não conseguem amamentar seus bebês, seja por uma doença que acomete a mãe ou o recém-nascido, seja por fatores externos.

Com isso existe uma demanda alta de crianças que dependem do alimento distribuído através de doações. Por este motivo, o Brasil é o dono do maior e mais complexo sistema de rede de bancos de leite.

Toda mulher que amamenta é uma doadora em potencial, e toda quantidade ajuda muito, uma vez que 1 litro de leite pode amamentar até 10 bebês.

Para a doação o leite precisa de alguns cuidados. É importante que a doadora não possua nenhuma doença ou use de remédios que possam interferir na qualidade do alimento. Além disso, é preciso preparo com os utensílios que devem ser frascos de vidro e tampa de plástico limpos com água e sabão e fervidos em água, junto a uma detida higienização das mamas.

Após recebido, o leite doado passa por um processo de análise e pasteurização, bem como controle de qualidade para que assim seja enviado para bebês que necessitam deste apoio. Em sua maioria, são recém-nascidos internados em unidades neonatais.

Agosto é um Mês Dourado!

A campanha pela amamentação ocorre durante todo o mês 8, porém no dia 1º de agosto comemoramos o dia mundial da amamentação.

O aleitamento é essencial e sinônimo de vida, por isso o mês em que comemoramos e tratamos da campanha de conscientização é atribuído ao dourado, ou seja o elixir da vida e o alimento de maior qualidade para as crianças.

Escolha amamentar! Cuide da saúde e futuro do seu bebê e se possível, ajude outras crianças que precisam através da doação.

Continue acompanhando o nosso blog.

Redação: Ana Carolina Ferreira.

Veja mais

Julho Verde e Julho Amarelo.

Assim como julho, os outros meses coloridos têm o objetivo de conscientizar a população sobre as doenças, promover campanhas sobre as causas importantes e aumentar

Leia mais »

Junho Laranja: Alerta para Leucemia

Mês de conscientização sobre doenças ligadas ao sangue, em especial a leucemia, por meio do diagnóstico precoce. O tema torna-se ainda mais importante se considerado que não há prevenção primária ou rastreamento para o câncer infantil e que os fatores externos não são tão relevantes para o desenvolvimento da doença.
Em crianças e adolescentes, a maior parte dos casos é decorrente de alterações no DNA ainda na formação do embrião ou no início da vida, a chamada mutação genética adquirida.

Leia mais »

Relação entre açúcar e câncer: é verdade que o açúcar alimenta o câncer?

Apesar dos carboidratos serem fonte de energia para as células de nosso corpo, sejam elas mutadas ou não, o consumo desses açúcares não promovem uma piora clínica da doença por si só.</

O consumo normal de açúcar não acelera a resposta da doença nem sua eliminação da dieta promove cura.

Os carboidratos são nutrientes importantes  que devem ser inclusos numa dieta balanceada junto a hábitos saudáveis e dependendo do grau e avanço da doença, as nossas necessidades energéticas são maiores e uma restrição de carboidratos no geral pode ser prejudicial ao tratamento devido ao maior risco de desnutrição.

Leia mais »