Fique por dentro das novidades

Dia Pan – Americano da Saúde

Um planeta com aparelho médico

No dia 2 de dezembro comemora-se o dia pan-americano de saúde. A data foi definida pelo Decreto Federal nº 8.229 de 2 de dezembro de 1941. Seu objetivo é levar campanhas de informações sobre educação e prevenção de doenças. Essas campanhas educacionais tinham como foco a conscientização da população sobre os principais cuidados necessários para prevenir doenças que são típicas das nações da América.
Como resultado, o Brasil já conseguiu alcançar grandes feitos como a erradicação da poliomielite, conhecida como paralisia infantil, com uma ampla campanha de vacinação, iniciada na data de 02/12, foi possível chegar a tal feito. Dessa forma, a OMS (Organização Mundial de Saúde), registrou no Brasil, a erradicação da Poliomielite em 1994.
Com o Dia Pan-americano de saúde, somos lembrados não apenas de cuidar da saúde da população mas também de cobrar e exigir políticas públicas dos governantes para garantir direitos básicos como a vacinação e saneamento, a fim de garantir saúde de qualidade a todos.
Entre as prevenções, envolve o bem estar espiritual, físico, mental, psicológico e emocional, além de relacionamentos sociais, como família e amigos. Além disso, saúde, educação, habitação, saneamento básico, dentre outros fatores.
Contudo, realizam -se muitas ações e as principais são as recomendações em evitar doenças como: Aids, dependência química, exames de prevenção de câncer de mama e próstata entre outras.
Assim, adotar hábitos saudáveis é fundamental para manter o equilíbrio do corpo e da mente. Visando isso, abaixo seguem alguns hábitos que podemos seguir para ter uma vida mais saudável:

Alimentação

Diversos fatores interferem na saúde do cérebro, e a alimentação é um dos mais evidentes. Moderar o consumo de açúcar é importante, assim como ingerir gorduras saudáveis – peixe, sementes, nozes – para a manutenção das células cerebrais.
Ao aderir a uma dieta balanceada, você ajuda a regular o intestino, que possui bactérias ligadas ao cérebro, o que impacta na sensação de bem-estar.

A ingestão regular de alimentos anti-inflamatórios, como fibras e verduras, reforça o sistema imunológico e reduz o risco de depressão em 33%, conforme o estudo conduzido pela epidemiologista Camille Lassale, do University College, no ReinoUnido.

Leia também: A graviola como parte do tratamento do câncer, funciona?

Atividade Física

A prática de atividade física também é essencial para estimular o cérebro e ter boa memória. De acordo com a OMS, para serem considerados ativos, os adultos devem praticar de 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa toda semana. Enquanto crianças e adolescentes precisam se exercitar ao menos 60 minutos diários.

Bebidas e Substâncias Ilícitas

Sem dúvida, não fumar proporciona efeito considerável na qualidade de vida e prevenção de males como bronquite crônica, infarto e câncer. Distúrbios mentais, doenças cardiovasculares e no fígado são apenas alguns exemplos dos males desencadeados pelo consumo de drogas lícitas, como o álcool e também substâncias ilícitas.
Essas substâncias têm efeito tóxico para o organismo, além de apresentar risco de dependência por causarem uma breve sensação de prazer.

Fontes:
OPAS – Organização Panamericana da Saúde https://fia.com.br/blog/habitos-saudaveis/

Veja mais